top of page
Buscar

Índice de Tornozelo-Braquial (ITB): Um Indicador importante para a saúde vascular

O Índice de Tornozelo-Braquial (ITB) é um procedimento médico que tem ganhado notoriedade por seu papel crucial na identificação de doenças arteriais periféricas. Neste texto, você entenderá o que é o ITB, como é calculado, e por que é tão importante na prática clínica.


O que é o Índice de Tornozelo-Braquial (ITB)?

O Índice de Tornozelo-Braquial (ITB) é um teste simples e não invasivo usado para identificar a presença de obstruções nas artérias periféricas, principalmente aquelas que suprem as pernas e os pés. O ITB é calculado através da divisão da pressão arterial sistólica medida no tornozelo pela pressão arterial sistólica medida no braço.

Este índice é extremamente valioso na detecção de doenças arteriais periféricas, uma condição que é frequentemente associada a um maior risco de doenças cardiovasculares, incluindo ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC).


Como é calculado?

O cálculo do ITB é feito da seguinte maneira: primeiro, mede-se a pressão arterial sistólica nas artérias dos tornozelos e dos braços utilizando um aparelho de pressão e um doppler vascular. Após as medições, divide-se a maior pressão arterial encontrada no tornozelo pela maior pressão arterial medida no braço.

O resultado desse cálculo fornecerá um número que pode variar. De forma geral, um ITB normal está na faixa de 0,90 a 1,30. Valores abaixo de 0,90 podem indicar a presença de doença arterial periférica, enquanto valores acima de 1,30 podem sugerir a presença de artérias rígidas, um sinal de calcificação arterial.


Por que é importante?

A avaliação através do ITB é vital porque ajuda os profissionais de saúde a identificarem indivíduos com risco elevado de eventos cardiovasculares adversos. Identificar e tratar a doença arterial periférica em estágios iniciais pode ser uma estratégia eficaz para prevenir complicações maiores no futuro, como um AVC ou infarto.

Além disso, o ITB pode ser uma ferramenta valiosa na avaliação de pacientes com sintomas clínicos de claudicação intermitente, um sintoma típico da doença arterial periférica, que se caracteriza por dor e cansaço nas pernas durante a caminhada, que melhora com o repouso.


Conclusão

O Índice de Tornozelo-Braquial (ITB) surge como uma ferramenta diagnóstica simples, mas poderosa, facilitando a identificação precoce de doenças arteriais periféricas e auxiliando na implementação de estratégias de tratamento mais eficazes e personalizadas. Ao entender a importância deste índice e como ele é calculado, pacientes e profissionais de saúde podem trabalhar juntos para monitorar e manter uma saúde vascular saudável, evitando complicações graves no futuro.



21 visualizações0 comentário
bottom of page